Não sei o que queres dizer com glória, disse Alice.
Humpty-Dumpty sorriu, com desprezo. Claro que não, até que eu te diga. Quero dizer "aí tens um belo argumento que te arruma!"
Mas "glória" não significa um belo argumento que te arruma
, objectou Alice.
Quando eu uso uma palavra, disse Humpty-Dumpty, em tom de escárnio, ela significa o que eu decidir que significa, nem mais nem menos.
O problema é, disse Alice, se se pode obrigar as palavras a significar tantas coisas diferentes.
O problema é, disse Humpty-Dumpty, quem manda. Apenas isso.

Lewis Carroll, Alice no país das maravilhas




rascunhos
de
abordagens
(eventualmente)
literárias



GNM


Nasci muito perto do fim dos anos 70. O meu nascimento aconteceu às primeiras horas de um dia gelado de Dezembro, e, desde aí, jamais consegui libertar-me do frio que se fazia sentir naquele dia. A normalidade foi algo que durante toda a vida inconscientemente ansiei, mas sempre recusei. Em criança ela espreitava-me durante a noite, olhando-me do lado de fora da janela. E eu, fingindo não a ver, fechava as cortinas...

Distantes da nossa cidade...

⊆ quarta-feira, setembro 06, 2006 por GNM | . | ˜ 39 comentários »

Distantes da nossa cidade,
onde a neve se derrete como as palavras
expostas ao tímido sol de Inverno,
as manhãs têm a beleza de quem não conhece o sofrimento.

Com restos de granizo sobre a cara,
amanhecemos deitados sob a árvore do tempo
e assistimos ao lento cair do céu.

A noite foi quente e estranha:
Fomos visitados por duendes que não existem!
Aterraram numa barca azul e ofereceram-nos
bagas, nozes com mel, canela e erva doce.

Não sei se foi hoje, talvez tenha sido ontem.

Vamos oferecer aos Deuses as lágrimas futuras!
E por entre as florestas que aconchegam os rochedos do
mar vermelho, e por ente montanhas de vento e flores
queimadas pelo gelo, vamos contemplar
eternos nasceres-do-sol.

Aqui não existem pedintes de esquina-em-esquina,
nem jornais diários com notícias mais tristes
que nasceres-do-sol.

Aqui existe apenas tudo isto, e tudo isto que é
tão pouco para tantos, é tudo o que
quero… para sempre…


39 respostas a Distantes da nossa cidade...

  1. Anjinha Says:
    owa :o)
    Fico deliciada cada vez que aqui venho :o)

    Beijinho
  2. Luís Says:
    Saudações pelos textos excelentes.
    Um abraço
  3. Marisela Says:
    e esse pouco que nada significa para os outros torna-se tudo e essencial para ti.

    Cada um de nós tem um mundo de cristal e pouco real.

    Feliz por ti. Um beijinho Mari
  4. Thiago Forrest Gump Says:
    Gostei do estilo abstrato. :)



    Um abraço e uma ótima quinta feira
  5. © Piedade Araújo Sol Says:
    ..gosto muito de te ler...
  6. Paula Raposo Says:
    Não sei comentar...deixas-me sempre sem qualquer palavra, ainda para mais falas da 'canela e erva doce'...não é nada justo isso!! Beijinhos, meu querido. Sabes como eu gosto tanto, tanto de ti, não sabes?! Eu sei que sabes.
  7. Anónimo Says:
    Cá esta a tal frase... "Bagas, nozes com mel, canela e erva doce" ... lol... parabens, continuas a surpreender!

    um abraço
    C.R.
  8. digoeu Says:
    excelente música a embalar um post liiindo!
    ;)
    a felicidade é ir ao céu e querer voltar a pisar a nossa terra!!
    ;)
  9. Rita Says:
    Vim só deixar-te um beijinho e agradecer-te por tudo o que sabes...
  10. agua_quente Says:
    É impressão minha ou a tua escrita está a ficar cada vez mais apurada/depurada? A simplicidade é sempre um caminho complexo. Eu goto muito de seguir esta tua evolução.
    Beijos
  11. ≈♥ Nadir ♥≈ Says:
    Estou sem ânimo... talvez cansada...
    Hoje serei breve direi apenas BOM FIM DE SEMANA
    Beijos
  12. Carmem L Vilanova Says:
    Amigo,
    Voltei hoje a blogosfera, depois de quase 3 meses de desncanso.
    E volto hoje com festa... Gostaria de poder contar com sua presença nesta data duplamente feliz para mim...
    Beijos, flores e muitos sorrisos!
  13. Twlwyth Says:
    Distantes da realidade, abrimos a porta da magia, onde a Natureza é um suave aconchego e um floco de neve, uma carícia.
    Obrigada por todos os beijinhos e deixo aqui muitos para ti com cheirinho a erva doce
  14. Martuxa Says:
    És tudo o que quero para sempre... Tu entendes =)
  15. Som do Silêncio Says:
    Excelente o que acabei de ler!
  16. segurademim Says:
    que bom encontrar o tal sítio, a tal pessoa que representa tudo o que se quer... para sempre

    existirão?

    beijo, bom fim-de-semana :))
  17. Isa Says:
    Adorei o poema, os duendes, as nozes, e adoro a música....

    ...check ignition and may God's love be with you :)
  18. MoonLight Says:
    Fantástico!
    Saboreia as ofertas dos Duendes... Saboreia o aqui e agora... Tudo acontecerá como deve acontecer.
    Adorei o teu poema!
    Bom fim de semana também para ti, amigo! Sempre a sorrir!!! :)
    Bjs de Luz
  19. Claudia Perotti Says:
    eu tb quero!
    Adorei o texto!
    Beijinhosssssssssss
  20. Lis Says:
    «Um nada que é tudo» :-)

    David Bowie. Boa.
  21. Pluma(princesavirtual) Says:
    E não queres tu pouco Gonçalinho!!! Uma delicia este teu poema de duendes ;)

    Beijos (recatados) da Princesa

    Ps gostei da musica
  22. woman's secret Says:
    A beleza refletida em cada palavra escrita...

    Uma nova semana tomou o seu lugar, o tempo esse corre sem parar...
    Bjx e boa semana
  23. Göttlicher Teufel Says:
    "PARA SEMPRE..."
  24. redactores Says:
    Hoje, o "Não li nem quero ler" tem o prazer de destacar Rita Ferro e Margarida Rebelo Pinto.

    http://naolinemqueroler.blogspot.com/
  25. amita I Says:
    Belíssimo poema numa oferta para além de ti.
    Um bjinho grande e uma flor
  26. A. Sayago Says:
    parabens ! lindissimo! adoro ler os teus trabalhos! parabens
    bjs boa semana
    obrigado por passares pelo meu cantinho, volta sempre ...
  27. broken.heart Says:
    Oi,

    Porque um amor não vivido se pode transformar numa Amizade baseada em alicerces bem mais fortes, regressei aos blogs, regressei aos comentários, regressei a dois em

    http://canetapartilhada.blogspot.com

    Se quiseres e acreditares ser possível, espreita-me.

    Jinhos
  28. dreams Says:
    eu também quero ficar para sempre nesse lugar...
    perder-me deste mundo e encontrar-me...
    a mim e a ti...
    por entre as nossas florestas de palavras onde os elfos tecem encantos e esperamos sempre o eterno amanhecer...

    adorei gonçalo...

    um beijo doce *
    “·.¸Dreams¸.·”
  29. Luis Enrique Says:
    Você poeta, sempre tâo certo, sempre tâo profundo.

    Fiz uma viagem imaginaria ao longo das suas palvras, como sempre, perfeitas e tranqüilas. Ainda por cima, com o Bowie e a "Space odity" de fundo...é para morrer aos poucos. Lindo !
  30. ≈♥ Nadir ♥≈ Says:
    Deixo um beijo à minha passagem por aki.
  31. Andrye Says:
    Como sempre lindo!! Um beijo enorme***
  32. Pink Says:
    Olá, estou de volta! E para encontrar um poema lindíssimo com imagens sugestivas de um mundo sonhado ou de sonho ...

    Um beijo
  33. ≈♥ Nadir ♥≈ Says:
    De passagem e a correr para te desejar um bom fim de semana
    beijinhos
  34. Por uma lagrima Says:
    E gostei...!
    E amei...!
    Voltarei... sempre, sempre.
    Beijo
  35. Aleisa Says:
    É muito bom voltar das férias e ler o que Tu escreves...

    Beijo
  36. ≈♥ Nadir ♥≈ Says:
    Feel this... just a blowing kiss...
  37. Thiago Forrest Gump Says:
    Ainda nada novo?

    Se estiver de folga, aproveita! :)
  38. Rui Says:
    Em qualquer lugar.
  39. Alex Says:
    Aqui existe a tua força, surpreendente como sempre.
    Gosto de te ler.

= Leave a Reply