Não sei o que queres dizer com glória, disse Alice.
Humpty-Dumpty sorriu, com desprezo. Claro que não, até que eu te diga. Quero dizer "aí tens um belo argumento que te arruma!"
Mas "glória" não significa um belo argumento que te arruma
, objectou Alice.
Quando eu uso uma palavra, disse Humpty-Dumpty, em tom de escárnio, ela significa o que eu decidir que significa, nem mais nem menos.
O problema é, disse Alice, se se pode obrigar as palavras a significar tantas coisas diferentes.
O problema é, disse Humpty-Dumpty, quem manda. Apenas isso.

Lewis Carroll, Alice no país das maravilhas




rascunhos
de
abordagens
(eventualmente)
literárias



GNM


Nasci muito perto do fim dos anos 70. O meu nascimento aconteceu às primeiras horas de um dia gelado de Dezembro, e, desde aí, jamais consegui libertar-me do frio que se fazia sentir naquele dia. A normalidade foi algo que durante toda a vida inconscientemente ansiei, mas sempre recusei. Em criança ela espreitava-me durante a noite, olhando-me do lado de fora da janela. E eu, fingindo não a ver, fechava as cortinas...

O segredo da noite

⊆ domingo, abril 23, 2006 por GNM | . | ˜ 38 comentários »

Olho o céu, apenas a frieza da noite escura!
Quem roubou as estrelas, deixando o céu apagado?
Esta noite, laquearam a veia audaz da loucura,
Fugiram as estrelas, escondeu-se a ternura,
E o céu é um velho castelo abandonado.

Segredando, chamei um anjo de asas prateadas,
Beleza serena, gestos dóceis, rosto suave e rubicundo,
Fitei-o com olhar velhaco de raposa experimentada,
E cravei o punhal na sua garganta ensanguentada
Deslizando-o suavemente, num gesto profundo.

As asas são minhas, elevo-me, estou a voar!
E a janela do meu quarto vai ficando mais pequena,
Num só sopro acendo o céu: Luz, estrelas, luar,
A brisa da loucura reapareceu, pairando no ar,
E a noite reluz, numa brancura de açucena.


38 respostas a O segredo da noite

  1. Eli Says:
    "E cravei o punhal na sua garganta ensanguentada/
    Deslizando-o suavemente, num gesto profundo."

    Existe muito no que escreves, que leio a absorvo para mim, por me identificar, por tanto que é o que compactas num poema, como se fosse uma cápsula prestes a desabrochar.

    "A brisa da loucura reapareceu, pairando no ar"

    Existe sempre um vento que sopra pensamentos. O louco, o desejado e o poeta estão a morar no mesmo homem sedento e saciado... porque a alma jamais se saceia... ou então não. Talvez no momento.

    "As asas são minhas, elevo-me, estou a voar!"

    Mensagem de ânimo. Olha para ti, mas vê-te...

    :)
  2. lazuli Says:
    tenho que te ler devagar, não é assim a correr.
    Já te disseram que escreves maravilhosamente? Nunca, aposto..

    Mas nunca é demais repetir, e admirar o belo.

    Então ignoras os limites? Nada que não calculasse, vindo dum poeta como tu.
  3. Rosario Andrade Says:
    Bom dia!
    nao podia deixar de te enviar um beijico daqui... mas depois vem sempre as tuas palavras tao perfeitas. Por vezes como laminas de punhal...
    Bjico grande!
  4. neith Says:
    A tua escrita sempre nos enleia...palavras com um gosto agridoce que derramas num fundo negro. Pujante este teu post! Um beijo

    P.S. devido a problemas com o servidor mudei de endereço:
    www.some-echoes.blogspot.com
  5. Aran Says:
    Bem este teu poema está demais! Acho que tb expressa bem um momento de loucura, mas tb está original no seu contexto!!! Gostei, beijinhos e inté
  6. Paula Raposo Says:
    Obrigada pelas tuas palavras nas minhas romãs. O teu poema, escusado será repetir o que penso do que escreves!! Tu já sabes...Beijinhos.
  7. Alexandra Says:
    Palavras Lindas as tuas...

    Do negro passaste à luz flamejante de uma estrela... permanece nela!

    Obrigado pela tua escrita.

    Bjs
  8. Martuxa Says:
    Quem roubou a estrelas do céu...
    fui eu pa te oferecer dentro de uma caixa k tmb tem beijos :)
    GMDT
    Sorrisos e beijos doxes
  9. Clitie Says:
    Com as asas que te dás podes sempre voar mais alto.

    Bjks e bom Domingo.
  10. Bia (min_lx) Says:
    Ah!! Foste tu? Grande sopro esse que tu tens!!! Obrigada, pela luz das tuas palavras.
    Beijokinhas
    Bia
  11. ≈♥ Nadir ♥≈ Says:
    E esta noite
    As asas são tuas anjo meu...
    :)
    Bjx e boa semana
  12. Isa&Luis Says:
    Belo poema!
    Voa sempre e encontrarás o infinito, nesta magia de palavras, a tua escrita.

    Jinhos


    Isa
  13. Miss X Says:
    Quem roubou as estrelas?
    Não sei, mas sei que tens alma de poeta.
  14. alerta Says:
    DEPOIS DA NOITE…

    Na beleza serena de uma noite escura,
    Abriste as asas e veio a inspiração,
    Cheia de loucura, plena de ternura,
    Encher uma vez mais, meu coração...

    A brisa suave, na sua brandura,
    Fez esvoaçar sonhos, com sedução
    E no encantamento e na candura
    Do raiar do sol, o dia foi canção…

    E as estrelas voltaram a dormir,
    Para brilhar esse teu belo sorrir,
    Que nos enche a alma de magia…

    E o pálido azul do céu matinal,
    Foi o papel de fundo, sem igual,
    Onde escreveste esta bela poesia…


    Com o mais amigo beijinho e feliz por teres tido tanta inspiração. Votos de boa semana
  15. Maggie Says:
    O segredo da noite é sempre partilhado pelos eternos apaixonados pela vida. Beijo na alma.
  16. lique Says:
    Por vezes, é necessário acordar a loucura da noite. E forçar a liberdade de voar. Belo poema!
    Beijos
  17. lique Says:
    Por vezes, é necessário acordar a loucura da noite. E forçar a liberdade de voar. Belo poema!
    Beijos
  18. ≈♥ Nadir ♥≈ Says:
    Deixo um beijo ao sabor do vento e votos de um bom feriado
  19. poemar Says:
    Bom feriado e boa semana.
  20. menina graça Says:
    Lindo, esse roubar das asas a um anjo! :) Bom feriado!
  21. FataMorgana Says:
    Adoro cada vez mais a tua escrita, vir aqui começa a ser automático.
    Este poema é perturbante, as ideias são transmitidas por palavras improváveis e o resultado é muito belo. Além de que se lê de dentro para fora. Pelo menos eu leio-o assim, como se viesse de encontro a algo que também sinto mas foste tu quem o disse desta forma perfeita.
    Muito BOM!
  22. zecadanau Says:
    Um abração de solidariedade e fraternidade universal nesta data mamorável.

    Zeca da Nau
  23. Thiago Forrest Gump Says:
    Precisava de inspiração para escrever algo como isto!


    Um abraço
  24. Isabel José António Says:
    Querido Gonçalo,

    Que magnífico poema! Aqui há dias vi que tinha deixado um comentário no nosso blog, mas depois seguiram-se dias de tanto trabalho que ainda não tinha podido retribuir a visita!

    O blog está magnífico e é tão bom ver alguém a escrever tão bem e a partilhar aquilo que escreve e as suas impressões da vida!

    Parabéns e força para continuar!

    Isabel
  25. Å®t_Øf_£övë Says:
    GNM,
    A noite é sempre involta de algo misterioso. Por vezes parece que não a conseguimos dominar ou controlar, mas outras vezes sentimos que teremos todo o poder para fazermos da noite o que quisermos.
    Escusado será dizer que adoro o que escreves.
    Abraço.
  26. susana Says:
    lindo! muito bonito mesmo!
  27. Pluma(princesavirtual) Says:
    Caramba que violento!!! E tudo por causa de umas «asitas» ehehe ;) gostei do teu poema da noite beijos (recatados) da Princesa
  28. greentea Says:
    daqui onde estou não há bolos de canela mas cheira a rosmaninho e a serra resplandece de verdura de lirios e o canto dos pássaros q não conheço ecoa pelos vales fora....
    um beijo e muitos sorrisos cheios de sol
  29. Carla Says:
    Toda esta escrita,descrita na noite,em estrelas e luar me faz lembrar a penumbra de um lugar interdito,num bosque recondito em noites de puro ... violento ... ser.
  30. digoeu Says:
    aposto que vais gostar das minhas asas!!
    ;)
  31. Andrye Says:
    P vezes tb keria ter asas e voar..apenas voar..Amo a noite,acho-a linda e intensa.. Mais uma vez adorei.. um beijo no coração*
  32. Claudia Perotti Says:
    Lindo, lindo, lindooooo!
    Saudades dessas letrinhas tão intensas!

    beijinhosssssss
  33. Kita Says:
    Iluminaste a noite de novo, com as tuas asas de prata... e iluminaste mais uma vez o meu dia com as tuas palavras cheias de luz para o meu espírito. Mas deixa-me dizer-te... que violência essa para com o anjo, hein? Eheh. :) Adorei.
  34. bolotavoadora Says:
    Amigo gostei muito do teu blog. Se conheceres alguem na minha freguesia, ou mesmo a qualquer blogger interessado em preservação do ambiente, divulga o meu blog. Obrigado. Continua o bom trabalho. Um abraço.
  35. Pilantra Says:
    Voltei hoje mas ainda estou em rodagem! Abraço e até muito breve!
  36. aflores Says:
    Não percas essas asas. Excelente fim de semana.
  37. Anónimo Says:
    Wonderful and informative web site. I used information from that site its great. » »
  38. Anónimo Says:
    best regards, nice info here

= Leave a Reply