Não sei o que queres dizer com glória, disse Alice.
Humpty-Dumpty sorriu, com desprezo. Claro que não, até que eu te diga. Quero dizer "aí tens um belo argumento que te arruma!"
Mas "glória" não significa um belo argumento que te arruma
, objectou Alice.
Quando eu uso uma palavra, disse Humpty-Dumpty, em tom de escárnio, ela significa o que eu decidir que significa, nem mais nem menos.
O problema é, disse Alice, se se pode obrigar as palavras a significar tantas coisas diferentes.
O problema é, disse Humpty-Dumpty, quem manda. Apenas isso.

Lewis Carroll, Alice no país das maravilhas




rascunhos
de
abordagens
(eventualmente)
literárias



GNM


Nasci muito perto do fim dos anos 70. O meu nascimento aconteceu às primeiras horas de um dia gelado de Dezembro, e, desde aí, jamais consegui libertar-me do frio que se fazia sentir naquele dia. A normalidade foi algo que durante toda a vida inconscientemente ansiei, mas sempre recusei. Em criança ela espreitava-me durante a noite, olhando-me do lado de fora da janela. E eu, fingindo não a ver, fechava as cortinas...

Fragmento

⊆ sábado, abril 08, 2006 por GNM | . | ˜ 26 comentários »

Somente mergulho no amor,
Porque a vida é uma torrente de cascos,
Um ecoar de cristal, é uma brisa que passa…


26 respostas a Fragmento

  1. lena Says:
    mergulhei nas tuas palavras e senti a brisa que passa

    dizes tanto...


    beijinhos para ti, querido amigo poeta


    lena
  2. zecadanau Says:
    Sempre bem.

    Um @bração do
    Zeca da Nau
  3. ≈♥ Nadir ♥≈ Says:
    Mergulha em mim
    Serás as minhas ondas
    que a areia vai beijar...
    Mergulha em mim
    Irás encontrar o sentimento
    que me une a ti

    Bjx e bom fim de semana
  4. jorgeferrorosa Says:
    Somente isso... mergulhar no amor! Mas onde está o amor? Quem é que ama? Amar é bem e mal... amor é fragmento do que devia ser. Amor é tudo e nada... amor é algo que se deseja que é proibido.Amor... não sei mais o que isso é.
    Escrito bonito. Abraço.
  5. Bia (min_lx) Says:
    Poeta, bonito fragmento!!!
    não digo mais, porque tudo parece supérfulo.
    Voltarei à procura de mais brisas!
    Beijokinhas da,
    Bia
  6. Anónimo Says:
    ...passo e deixo-te
    o meu tão grande abraço.
    Responsável pela rosa
    que deixei crescer...sempre.


    Beijo Gonçalo Nuno.
    A.
  7. Eli Says:
    :)
  8. Pluma(princesavirtual) Says:
    ...e mergulhas muito bem. Eu no meu caso tento fazer uma data de «apeneias» beijosss :)
  9. Lubiden Says:
    é tudo tão efemero, que o melhor mesmo é amar :) beijo
  10. Lylia Says:
    Lindo está o teu espaço

    sublimes as tuas palavras

    o meu beijo,
    Lúcia*
  11. maat Says:
    belo lugar.


    boa semana


    ***maat
  12. Paula Raposo Says:
    É mesmo um 'fragmento'...Beijos.
  13. Joaninha Says:
    Sim! Apenas se mergulha no Amor,
    Apenas se gravita como fôramos meteoritos
    Somente lhe conhecemos a dor…
    É o ecoar do cristal a estilhaçar…
    É brisa transformada em vendaval,
    Toda a incerteza no som da labareda…
    Ou o de um riacho, em manhã estival…
    É a dúvida, a mentira a angustia…
    É o desejar. É o não ser!
    É traje de Carnaval.
    … é o estrupido da lamúria,
    É ele nos meus braços, sem o ter….


    Que poema tão belo e inspirador… Gosto do que escreves e vejo-me retratada. Um beijo e Good luck!
  14. Joaninha Says:
    Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
  15. badger Says:
    Já passaram alguns dias desde a última vez que por cá passei.... e que li algo!!
    Mas vejo que, a qualidade não só se manteve.... como melhorou!!

    Parabéns!! Um grande Post!!
  16. Neith Says:
    E ecoam bem forte as tuas palavras...um beijo enorme e votos de uma boa semana :)
  17. ninguém especial Says:
    Fico sincera e especialmente contente por passar pelo "amante da poesia" e lá ver tantos poemas teus. Acho que merecem estar lá, de todo; merecem mesmo.
    É fascinante econtrá-los no meio de poemas de Fernando Pessoa, (Álvaro de Campos), Florbela Espanca e Eugénio de Andrade. (Esse que ainda é e será sempre o maior poeta poeta maior.)
  18. manuel Says:
    gostei do fragmento. talento de verdadeiro poeta...

    abraços
  19. LagriSangMort Says:
    sabes?...é tao bom sentir o vento trazer a brisa das tuas palavras:)
    ***
  20. Thiago Forrest Gump Says:
    Tens a razão nisso!


    Boa semana!
  21. Thiago Forrest Gump Says:
    Tens a razão nisso!


    Boa semana!
  22. greentea Says:
    a brisa
    o vento
    o vendaval

    acabam sempre por passar
  23. Rui Says:
    Que passa e nos transforma.
  24. Eli Says:
    Respirei numa brisa assim tão... e deixei-me estar, porque sim. Sinto esta música ecoar na minha face, que embala os mergulhos e a coragem.

    Mas a brisa passa...

    Mergulha onde te sentires não mergulhes sem sentir.

    Vida é o tudo e é o misto de felicidade... e...

    :)
  25. Andrye Says:
    E ha melhor coisa na vida q o amor.. adorei.. beijo*
  26. Maria Costa Says:
    Lindo este fragmento, não resisti em deixar o comentário que se segue:

    Mergulhado no amor
    passarás como a brisa
    deixando um ecoar de cristal.

    Obrigada.

    Beijinhos.

= Leave a Reply