Não sei o que queres dizer com glória, disse Alice.
Humpty-Dumpty sorriu, com desprezo. Claro que não, até que eu te diga. Quero dizer "aí tens um belo argumento que te arruma!"
Mas "glória" não significa um belo argumento que te arruma
, objectou Alice.
Quando eu uso uma palavra, disse Humpty-Dumpty, em tom de escárnio, ela significa o que eu decidir que significa, nem mais nem menos.
O problema é, disse Alice, se se pode obrigar as palavras a significar tantas coisas diferentes.
O problema é, disse Humpty-Dumpty, quem manda. Apenas isso.

Lewis Carroll, Alice no país das maravilhas




rascunhos
de
abordagens
(eventualmente)
literárias



GNM


Nasci muito perto do fim dos anos 70. O meu nascimento aconteceu às primeiras horas de um dia gelado de Dezembro, e, desde aí, jamais consegui libertar-me do frio que se fazia sentir naquele dia. A normalidade foi algo que durante toda a vida inconscientemente ansiei, mas sempre recusei. Em criança ela espreitava-me durante a noite, olhando-me do lado de fora da janela. E eu, fingindo não a ver, fechava as cortinas...

Corrente...

⊆ domingo, fevereiro 12, 2006 por GNM | . | ˜ 15 comentários »

E assim, correspondendo ao desafio da Lique, a corrente das manias chegou a este blog!

As regras do jogo

"Cada bloguista participante tem de enumerar cinco manias suas, hábitos muito pessoais que os diferenciem do comum dos mortais. E além de dar ao público conhecimento dessas particularidades, tem de escolher cinco outros bloguistas para entrarem, igualmente, no jogo, não se esquecendo de deixar nos respectivos blogues aviso do "recrutamento". Além disso, cada participante deve reproduzir este "regulamento" no seu blogue."

Eu não gosto de hábitos. Se não soubermos viver, toda a nossa vida acaba por se tornar um hábito. Prefiro fazer algo uma única vez e sentir o que faço, do que fazer algo por hábito maquinal sem apreciar o momento.
Manias? Não sei se assim as posso chamar...
Assim, vou revelar cinco coisas que gosto de fazer, e que a maioria das pessoas não faz - acho eu!
Ficaram excluídos os verdadeiros prazeres secretos. Aqueles que são meus. Apenas meus. É que perder as chaves, a carteira, o telemóvel, ou mesmo o juízo, acontece todos os dias a muita gente e ninguém se importa. Mas perder os secretismo dos pequenos prazeres, não é fácil.

1- Durmo com as janelas abertas, mesmo quando está frio. O sono assim é mais revitalizante.
2- Adoro chá de canela. Inspira-me! Bebo dois ou três chás de canela por dia.
3- Gosto de andar à chuva. Percorre-me uma sensação de liberdade sempre que as gotas da chuva me escorrem pelo rosto, especialmente quando são as primeiras chuvas de Outono.
4- Gosto de repetir uma palavra vezes sem conta, de forma rápida e seguida. Até que chega um momento em que a palavra perde o sentido e a densidade. É nesse momento que a palavra se revela na plenitude, e consigo compreendê-la verdadeiramente. Mas as palavras são com as pessoas: Algumas não se revelam facilmente…
5- E falando em pessoas, perco-me em conversas intermináveis com a mulher que está todos os dias na escadas do metro de Picoas. Está velha e gasta. Diz-me que foi a mulher mais bonita do seu tempo. E eu acredito. Não sabe ler nem escrever. Não entende nada de política, nem de filosofia, nem literatura, nem economia. E é das pessoas mais sábias que o autor destas palavras conhece. Ganhem coragem, e quando passarem por lá falem com ela. Vão surpreender-se…

E já está.
Foi mais fácil do que eu pensava…
Bem, vou ter de escolher cinco cúmplices para continuar a corrente… Cá vai:

A Paula
A Cacau
A Neith
A Drems
A Lésse


Continuem a sorrir!


15 respostas a Corrente...

  1. blue note Says:
    As tuas manias, ou assim denominadas, são uma excelente forma de estar. Mas confesso que a 4ª toca-me particularmente e define um ser muito muito generoso.
    É bom saber.
    Beijo grande
  2. Martuxa Says:
    Hihihi!!! Eu andava tão curiosa pa ler =P
    Fiquei surpreendida............ pela positiva =D
    Manias saudáveis, formas de estar... És tu e ainda bem que assim és ou então ñ GMDT =P
    Sorrisos com beijos
  3. pluma(princesavirtual) Says:
    Interessante...há duas coisas ai na tua descricção que me impressionaram. Primeiro ador chá de canela (nunca conheci niguém que gostasse assim de chá de canela) e segundo essa senhora do metro de picoas diz-me muito...eu já escrevi sobre ela...leste??? Confesso que se não leste e isso surgiu do nada...arrepia-me. Well coincidências beijos (recatados)
  4. Pilantra Says:
    rsrsrs
    a passo de caracol, retomo a «normalidade» no blog. Vamos lá ver como acaba esta saga!
    Eu, no meu vadiar, também meto conversa -- e são conversas do arco da velha, mesmo! Inesgotáveis!

    Abraço e boa semana!
  5. Paula Raposo Says:
    Pois. Obrigada. Para já não sei colocar nada disto no meu blog...e depois, quando o aromasdomar me passou a corrente eu deixei nos comentários as minhas 5 manias! Obrigada por teres pensado em mim. As minhas manias são simples, iguais às de qualquer mortal. Beijos.
  6. Aromas Do Mar Says:
    E eu fiquei a conhecer um pouco mais de ti ;)

    Boa semana

    Beijos da Mar revolto
  7. Cacau Says:
    Gostei das tuas manias, identifiquei-me com algumas :)

    E aceito o teu desafio, em breve..!

    Beijo grande e obrigada pela tua presença assídua e dedicada!!

    Beijo
  8. lique Says:
    Obrigada por teres dado continuidade à corrente. Chá de canela, também gosto. Muito, mesmo. :)
    Beijos
  9. susana Says:
    esta estória das manias já vai memo espalhada.....pior k virus informático....
  10. Claudia Perotti Says:
    Gostei de ler as tuas manias.
    É sempre bom conhecer um pouquinho das pessoas que nos cercam nesse mundão virtual. Penso que aproxima!

    Beijinhos
  11. Rui Says:
    Chá de canela? Tenho que tratar disso.
  12. dreams Says:
    Hummm... encontrei quem também goste de chá de canela :)
    Gostei de conhecer um pouquinh mais de ti...
    És um doce...
    beijo doce *
  13. dreams Says:
    P.S. Aceitei o desafio :)
  14. Neith Says:
    Grata pelo teu convite...já está e não doeu nadinha ;) Beijinhos :)
  15. greentea Says:
    Chá de maçã e canela também o bebo ao longo do inverno para me aquecer o coraçao e o espirito e poder dormir com as janelas abertas para deixar entrar os sons da madrugada, a brisa fresca...Adorei as conversas com a mulher do metro das picoas. Não passo por lá não sei. Mas há uns anos falava muito com uma mulher da aldeia que mal tinha a 3ª classe e aprendeu francês sozinha a ler os letreiros e a traduzir no dicionário, em Paris... Uma delicia!

= Leave a Reply