Não sei o que queres dizer com glória, disse Alice.
Humpty-Dumpty sorriu, com desprezo. Claro que não, até que eu te diga. Quero dizer "aí tens um belo argumento que te arruma!"
Mas "glória" não significa um belo argumento que te arruma
, objectou Alice.
Quando eu uso uma palavra, disse Humpty-Dumpty, em tom de escárnio, ela significa o que eu decidir que significa, nem mais nem menos.
O problema é, disse Alice, se se pode obrigar as palavras a significar tantas coisas diferentes.
O problema é, disse Humpty-Dumpty, quem manda. Apenas isso.

Lewis Carroll, Alice no país das maravilhas




rascunhos
de
abordagens
(eventualmente)
literárias



GNM


Nasci muito perto do fim dos anos 70. O meu nascimento aconteceu às primeiras horas de um dia gelado de Dezembro, e, desde aí, jamais consegui libertar-me do frio que se fazia sentir naquele dia. A normalidade foi algo que durante toda a vida inconscientemente ansiei, mas sempre recusei. Em criança ela espreitava-me durante a noite, olhando-me do lado de fora da janela. E eu, fingindo não a ver, fechava as cortinas...

Barqueiro

⊆ domingo, dezembro 04, 2005 por GNM | . | ˜ 40 comentários »

Como barqueiro enlouquecido nos mares gelados,
Despedaço gelo com débeis remos de madeira,
O frio invade-me. O sol é miragem passageira,
Violentamente, sigo por quadrados já quebrados.

Rasgo mares jamais por alguém antes rasgados,
Fios de água gelaram na minha face sobranceira,
A minha pequena barca é frágil, mas vai ligeira,
Leva-me para mares que já julgava sepultados.

Respiro fundo. Há pouco oxigénio pairando no ar.
Esta minha raiva feroz obriga-me a não parar,
Esqueço as tuas tempestades, os meus cansaços.

Perdido, avanço. Não sei até onde vou chegar,
Mas avanço. Estou encolhido, mas vou continuar,
E já em chamas, irei erguer-me e abrir os braços.


40 respostas a Barqueiro

  1. Aromas Do Mar Says:
    Que beleza de soneto, identifiquei-me tanto com ele.

    Bom fim de semana

    Beijo da Lina/Mar Revolto
  2. Martuxa Says:
    Esqueço as tuas tempestades, os meus cansaços.

    E VIVO...

    Perdido, avanço. Não sei até onde vou chegar,
    Mas avanço. Estou encolhido, mas vou continuar,
    E já em chamas, irei erguer-me e abrir os braços.
  3. Pink Says:
    Soneto muito belo e de uma força anímica admirável! Fossemos todos assim!

    Um beijo e boa semana para ti.
  4. lazuli Says:
    adoro a tua poesia. Se pudesse escolher, era assim que escolheria escrever.
  5. Clitie Says:
    Tens aqui um soneto maravilhoso, começa tão sofrido... mas acabas por renascer.

    Bjk e bom domingo
  6. Cristina Says:
    Maravilhoso, parabéns
    :)
    beijinhu
  7. Mitsou Says:
    Belíssima esta imagem do Barqueiro. E leva-nos pelo encanto da tua poesia. Obrigada.

    Beijinho.
  8. lena Says:
    que belo soneto este

    "respiro fundo" mas para que cada verso teu fique dentro de mim

    encanta-me o que escreves

    beijinhos meus

    lena
  9. Maria do Céu Costa Says:
    Que bem tripulou o poeta/barqueiro sobre as ondas deste poema. Beijinhos.
  10. Maria do Céu Costa Says:
    Ressalvo: soneto.
  11. António Says:
    Estive a pôr a escrita em dia, ou seja, a ler os teus últimos poemas.
    Sempre o mesmo elevado nível!
    Parabéns!

    E obrigado pela visita ao meu circo.

    Abraço
  12. ≈♥ Nadir ♥≈ Says:
    “BARCO”

    Sou Barco à deriva
    Perdida no tempo...
    Navego ao sabor da maré
    A favor do vento...

    escrito por ≈©≈Ňąd¡®≈©≈em 06/2005
  13. jorgeferrorosa Says:
    Envio um abraço e parabéns pelos escritos. Desejo uma boa noite. Voltarei sempre que puder. Coloquei um link deste seu espaço no meu Caderno da Alma II. Um abraço. Jorge
  14. Sparkling Says:
    Magnifico! Adorei!!!
    Tem um excelente começo de semana!!!
    *^*^*^
  15. pluma(princesavirtual) Says:
    A imagem do barqueiro sempre me fascinou...faz-me lembrar outras :)
    Quanto á poesia que está a ser recitada (musica), exelente!!! Bela escolha :D
  16. nana Says:
    o teu poema lembrou-me outros versos:
    pescador da barca bela, onde vais percar com ela?
    (...)
    e uma cantiguinha com sabor a Norte:
    Não tenho barqueiro, nem hei-de remar
    Procuro caminho, novos para andar...
    ;)
  17. Neith Says:
    Soberbo este teu poema! Um beijo enorme :)
  18. Kita Says:
    O importante é mesmo avançar e não desistir... avançar contra ventos e marés para que nos possamos encontrar algures neste imenso universo.

    Realmente tenho tido pouco tempo para postar (ando a preparar-me para um exame) mas assim que puder lá vou escrever mais um pouco... Um beijo.
  19. Claudia Perotti Says:
    MARAVILHOSO!
    Imaginei-te de braços abertos!
    Boa semana!

    Beijossssss
  20. Rita Says:
    Não queria estar a repetir o que as outras pessoas disseram, mas não consigo evitar...

    Adorei o que li!
  21. yatashi Says:
    Fico estupidificada quando te leio:)

    muito bonito

    abraço, RosE*
  22. Freyja Says:
    gracias por tus saludos, que tengas una linda semana
    un abrazo desde el ultimo lugar del mundo

    besos y sueños


    Verena
  23. Freyja Says:
    una pregunta que cancion es la que tienes de fondo y quien la canta, me gusto mucho.

    verena
  24. Nilson Barcelli Says:
    Ah grande barqueiro.
    Só se entrega já em chamas.
    Muito bom o teu poema (mais um...).
    Abraço e boa semana.
  25. Quem sabe... Says:
    "Não sei até onde vou chegar,
    Mas avanço. Estou encolhido, mas vou continuar,..."

    E há algo mais importante q continuar??!! :)

    Adorei, sabe bem aqui vir, pois o teu "conteudo" é sempre tão "repleto" de sentido...

    bjs salgados...:)***
  26. Marisela Says:
    Bonito soneto... um grito de liberdade por quem está preso!
    Não se deve analisar poemas (é o que eu acho) por isso e para não lhe retirar beleza resumo-me a observa-lo e encosta-lo na à minha cabeça.
    Gostei
  27. Malae Says:
    E assim tem que ser a vida! Caminhando em frente com essa tua força! Que nunca te falte... porque com ela nos inspiras!

    Beijinhos grandes,
    Malae*********

    PS: O tempo não permite visitas mais frequentes, mas mesmo de seguida ler-te é um prazer!
  28. TMara Says:
    segue pq tudo está bem. Qnd seguimos o nosso sentir. Bj de luz e paz e boa semana
  29. nina Says:
    tão belo!
    beijo e sorrisos !
  30. Paula Raposo Says:
    Continuar sempre...muito bonito o teu poema. Beijos
  31. Vagabundo Says:
    Vejo tudo isso como o caminho da glória que descreve as curvas do declinio para o Final Triunfante!

    Satisfaz a minha ignorância.. quem é que está tocando e delamando??

    Fica bem
    Vagabundo
  32. Passaro Azul Says:
    Sem palavras perante tanta beleza!
    Que soneto maravilhoso!
    Um abraço e boa semana :)
  33. Aran Says:
    Magnificas palavras!!! adorei!! Está muito bom!
  34. lique Says:
    Um belíssimo soneto que termina em beleza! Como todos os sonetos devem terminar.
    Beijos
  35. lara Says:
    Ola boa noite.Depois de estar ocupada com o meu site que só me deu dor de cabeça,depois de começar as comprar de natal que tb já começa a dar cabo da minha cabeça,fiquei meia a doentada,tive uma paragem desestiva e uma gastro entrite,agora estou a melhorar com a graça de deus.Adoro receber vc no meu cantinho,e não esquece disto aki que vou escrever deixa eu ficar bem melhor que farei muitas mais visitinhas a vc,pois eu adoro vir aki..Bjinhos e obrigada amiga.
  36. Marta Says:
    perdi-me nas tuas palavras...bjs**
  37. chapa Says:
    Passei e gostei.
  38. fatima Says:
    Boa tarde!Que lindo!A raiva é um dos sentimentos que nos leva a fazer coisas ou a ter forças guardadas que não sabiamos que as tinhamos!
    jinhos
    fatima
  39. agua_quente Says:
    Bom. Muito bom, mesmo. Eu não me sinto nada à vontade com os sonetos por causa das regras um pouco "restritas" mas sinceramente admiro quem os faz bem. Como tu.
    Beijos
  40. Anónimo Says:
    That's a great story. Waiting for more. Sophie evans anal Camera anal bleaching pictures virtual terminal for processing credit cards Medische encyclopedie oxycontin Smythsons stationery jeep grand cherokee Mature galley How to wear an acuvue toric len

= Leave a Reply