Não sei o que queres dizer com glória, disse Alice.
Humpty-Dumpty sorriu, com desprezo. Claro que não, até que eu te diga. Quero dizer "aí tens um belo argumento que te arruma!"
Mas "glória" não significa um belo argumento que te arruma
, objectou Alice.
Quando eu uso uma palavra, disse Humpty-Dumpty, em tom de escárnio, ela significa o que eu decidir que significa, nem mais nem menos.
O problema é, disse Alice, se se pode obrigar as palavras a significar tantas coisas diferentes.
O problema é, disse Humpty-Dumpty, quem manda. Apenas isso.

Lewis Carroll, Alice no país das maravilhas




rascunhos
de
abordagens
(eventualmente)
literárias



GNM


Nasci muito perto do fim dos anos 70. O meu nascimento aconteceu às primeiras horas de um dia gelado de Dezembro, e, desde aí, jamais consegui libertar-me do frio que se fazia sentir naquele dia. A normalidade foi algo que durante toda a vida inconscientemente ansiei, mas sempre recusei. Em criança ela espreitava-me durante a noite, olhando-me do lado de fora da janela. E eu, fingindo não a ver, fechava as cortinas...

Os teus versos

⊆ sábado, outubro 15, 2005 por GNM | ˜ 42 comentários »

Queria escrever-te versos primorosos,
Versos afrodisíacos… deliciosos,
Como aquele teu bolo de canela,
Saboreado com volúpia à luz da vela,

Versos dignos das estrelas brilhantes
Que aos teus olhos roubaram lugar,
Versos jamais sonhados, navegantes,
Nas ondas selvagens do teu olhar.

Mas, minha muito querida, eu não sei,
Queria dar-te muito mais do que dei,
Mas os deuses assim não querem que seja,

Não fui eu o eleito, o sublime, o escolhido,
Para escrever o poema merecedor de ser lido,
Pelos teus doces lábios cor-de-cereja!


42 respostas a Os teus versos

  1. zahaara Says:
    O encontro entre duas pessoas que se completam intensamente num fragmento de tempo pode acontecer uma vez, duas ou nunca na vida ( ou pelo menos nesta).
    Podemos viver com as recordações de um dia termos tido o previlégio de encontrar essa pessoa ou a ilusão de nunca a encontrarmos. São as ironias do destino. O que tem que acontecer, acontecerá.E nós temos q viver com isso. Doa o que doer.
    Existem momentos que não se voltam a repetir e por isso são tão especiais. Fica bem
  2. Vivis Says:
    Lindíssimo!
    Até me tirou as palavras, e um sorriso.

    Beijinhos
  3. Cláudio B. Carlos (CC) Says:
    Um dia, quem sabe...

    Abraços do CC.
  4. carla Says:
    que coisa linda seu blog. E sua poesia. Voltarei outras vezes aqui. Um grande abraço.
  5. lazuli Says:
    e fica-se com um ligeiro sabor a canela no ar..
  6. I Says:
    "Não fui eu o eleito, o sublime, o escolhido,
    Para escrever o poema merecedor de ser lido,
    Pelos teus doces lábios cor-de-cereja!" essa rapariga não sabe o que perde! sabe o que eu penso? os doces-lábios-cor-de-cereja é que não merecem ler o seu poema.
  7. BloodyMary Says:
    WoW! Muito...mas muito bonito!
    Versos mais primorosos que estes? Não sei como seriam...
    Se os deuses não quiseram é porque não tinha que ser...

    Fica com o sabor da canela
    Do bolo saboreado à luz da vela
    Porque se as palavras não são merecidas
    É porque não merecem ser lidas

    E...continua a sorrir!!!

    Beijos**
  8. Paula Raposo Says:
    É isso meu amor...às vezes não somos os eleitos...beijos
  9. Martuxa Says:
    Versos que fossem dignos das estrelas brilhantes
    Que aos teus olhos roubaram lugar,
    Versos jamais sonhados, navegantes,
    Nas ondas selvagens do teu olhar.

    Mais ainda??? Está fantástico, faz-me lembrar um poema da mnh grande poetisa favorita, Florbela Espanca...

    Mas os deuses assim não querem que seja... O "eterno problema"

    Um sorriso =D e uns bjitos


    Os versos que te fiz

    Deixa dizer-te os lindos versos raros
    Que a minha boca tem pra te dizer!
    São talhados em mármore de Paros
    Cinzelados por mim pra te oferecer.

    Têm dolência de veludos caros,
    São como sedas pálidas a arder...
    Deixa dizer-te os lindos versos raros
    Que foram feitos pra te endoidecer!

    Mas, meu Amor, eu não tos digo ainda...
    Que a boca da mulher é sempre linda
    Se dentro guarda um verso que não diz!

    Amo-te tanto! E nunca te beijei...
    E nesse beijo, Amor, que eu te não dei
    Guardo os versos mais lindos que te fiz!

    Florbela Espanca

    Sorri sempre... Há mto tmp k ñ te vejo no meu.. andas desaparecido...
  10. mfc Says:
    Mas afinal escreveste-o...ora lê devagar!
  11. Rosario Andrade Says:
    Pelo menos, qualquer labio sorrira ao sorver o teu poema...

    Abracicos!
  12. Pink Says:
    Pois é .... os deuses que dominam estas coisas nem sempre escrevem a vida como nós gostaríamos!
    Beijo e boa semana.
  13. amita Says:
    Estive a ler os teus poemas e uma sensação ficou a pairar... não foi o cheirinho a canela, nem o sabor a cereja... Não sei! Talvez, apenas, a doce dança do luar. Bjinhos. Adorei o que li (mas não mates os poetas ;))
  14. Cláudia Says:
    Um belo blog. Obrigada pela sua passagem no meu cantinho. Será sempre bem-vindo. Bom início de semana!
  15. ana Says:
    Quando tu mandares neste país a poesia é disciplina obrigatória desde o berço, diz lá;)? Leremos Alberto Caeiro aos pequenos para os embalar e adormecer:)?
    Um abracinho:)***
  16. Freyja Says:
    gracias por tus saludos tienes un lugar bello
    lleno de sentimientos

    te dejo una invitacionpara otro lugar mio

    http://blogs.ya.com/lagrimasenlaluna/

    ahi encontraras un espacio dedicado a sueños y sentimientos

    no se todavia como se enlaza con otros bloggers pero apenas aprenda te enlazare
    nos seguimos visitando
    un abrazo, una bella semana

    besos y sueños

    verena
  17. Iara Says:
    Este poema está perfeito, lindo, encantado, enebriante. Sinceramente, amei!! Bom inicio de semana. Bjos
  18. Fernando Palma Says:
    Uma busca de palavras que atinjam um sentimento.
    Um sentimento...
    Inutil tentar traduzir, mas poemas como este mostra-nos que podemos chegar a sinônimos.
    Até mais!
  19. Anónimo Says:
    :)

    beijo

    CR
  20. Neith Says:
    Belo poema...tens o dom da escrita, sim !! A doçura das tuas palavras que nos enebria e nos faz sorrir. Beijo enorme :)
  21. Orquídea selvagem Says:
    Muito bonito o poema....temos aqui poeta!!

    Beijinhos e obrigada por passares no meu cantinho!
  22. nina Says:
    :-)
    lindo ,lindo!!!
    deixo te um beijo e abraço cheio de carinho
  23. Catty Says:
    Lindo...lindo...
  24. Claudia Perotti Says:
    A vida dá muitas voltas e quem sabe um dia tudo pode ser diferente.

    Para mim tuas letras são belíssimas!

    Boa semana!

    Beijos
  25. Pinto Ribeiro Says:
    isto tá muito laudatório...hum hum...vou voltando. 1 abraço.
  26. Mitsou Says:
    Escreveste-o sim. E muito belo.
    Beijinho e obrigada por nos deliciares com os teus poemas.
  27. CA Says:
    Gosto imenso dos teus poemas. São tão reais.
    :-)
    Beijo.
  28. lazuli Says:
    só venho cumprimentar-te...boa tarde, poeta. E um beijo.
  29. caiacaina Says:
    Alô! Nem sei como agradecer o teu "deep" comentário... mas aqui vai meu...
    mesmo sem ser à luz da vela,
    mesmo sem te ver ou conhecer,
    ou saboreando o bolo de canela...
    eis-me aqui, para te agradecer...
    Aquele beijo!
  30. caiacaina Says:
    Alô! Nem sei como agradecer o teu "deep" comentário... mas aqui vai meu...
    mesmo sem ser à luz da vela,
    mesmo sem te ver ou conhecer,
    ou saboreando o bolo de canela...
    eis-me aqui, para te agradecer...
    Aquele beijo!
  31. yatashi Says:
    Bravo!!

    beijinhos doces**
  32. agua_quente Says:
    Muito bem! Eu acho que os teus poemas merecem lábios cor-de-cereja, sim! :) São belos.
    Beijos
  33. lique Says:
    Os teus versos são muito belos. Parece-me que merecem seja quem for. :) Beijos
  34. kathy Says:
    adorei... desenhou um sorriso na minha cara...
  35. Natalie Afonseca Says:
    Olá!!!
    Muito bonito! Amei!!
    Acho que todos nós queremos escrever e dizer as coisas mais perfeitas a quem nos é querido!!
    "Versos que fossem dignos das estrelas brilhantes
    Que aos teus olhos roubaram luga,"
    :)
    Beijinhos
  36. António Says:
    Este é seguramente um dos melhores blogs de poesia original que conheço.
    Parabéns!

    Ah! Obrigado pela visita

    Abraço
  37. Malae Says:
    E que doce é o teu poema! E as tuas palavras serão uma bela prenda!

    Obrigada pela visita! Voltarei mais vezes ao teu lindo canto!=)

    Beijinhos.
    Malae**********
  38. lualil Says:
    acho que escreveste então.. até cheira à canela.. ou seria à cereja?
    beijos
  39. Paula Raposo Says:
    Obrigada pelas palavras no meu último poema. Não é caso para gaguejar...ehehehehe muitos beijos para ti. Este poema já comentei, é lindo!!
  40. Marisela Says:
    Um poema mais do que encantador... um dramático conjunto de versos que faz pensar e diluir o pensamento entre canela e cereja.



    Fiquei com apetite ;)
    beijo
  41. Anónimo Says:
    What a great site »
  42. Anónimo Says:
    Very cool design! Useful information. Go on! Sport events in japan in 1968 suzuki gs500 Zithromax free program Cheap+international+calling+card

= Leave a Reply