Não sei o que queres dizer com glória, disse Alice.
Humpty-Dumpty sorriu, com desprezo. Claro que não, até que eu te diga. Quero dizer "aí tens um belo argumento que te arruma!"
Mas "glória" não significa um belo argumento que te arruma
, objectou Alice.
Quando eu uso uma palavra, disse Humpty-Dumpty, em tom de escárnio, ela significa o que eu decidir que significa, nem mais nem menos.
O problema é, disse Alice, se se pode obrigar as palavras a significar tantas coisas diferentes.
O problema é, disse Humpty-Dumpty, quem manda. Apenas isso.

Lewis Carroll, Alice no país das maravilhas




rascunhos
de
abordagens
(eventualmente)
literárias



GNM


Nasci muito perto do fim dos anos 70. O meu nascimento aconteceu às primeiras horas de um dia gelado de Dezembro, e, desde aí, jamais consegui libertar-me do frio que se fazia sentir naquele dia. A normalidade foi algo que durante toda a vida inconscientemente ansiei, mas sempre recusei. Em criança ela espreitava-me durante a noite, olhando-me do lado de fora da janela. E eu, fingindo não a ver, fechava as cortinas...

Desalento

⊆ segunda-feira, outubro 10, 2005 por GNM | ˜ 25 comentários »

Espreito-me aqui, no limbo da solidão.
Sou viajante sem bilhete num comboio sem partida.
Mais ermo e abandonado que um cão,
A quem subtraíram o dono e a vida.

Como criança indesejada, nascida sem leito,
Concebida num momento somente fingido,
De membros trémulos e coração desfeito,
Olhar revoltado e sorriso esquecido.

Olhos ensopados e vermelhos,
Existência sombria, desfalecida,
Inconstância, casa de espelhos,
Poesia inútil, nunca lida.

Olhos secos, lágrimas esgotadas,
Saudades da revolta interrompida.
Desisto da luta, guardo as espadas,
Varro do chão a esperança caída...


25 respostas a Desalento

  1. Marta Says:
    está lindo...estremeci qd li...qd a esperança morre...o q é q nos resta?...das cinzas das saudades surgirá nova esperança...bjs****
  2. lique Says:
    Vim conhecer o teu espaço e a tua escrita e gostei muito do que li.
    Algum desencanto mas, por vezes, é a tristeza que gera a melhor poesia...
    Beijos
  3. agua_quente Says:
    Olha, ainda que sintas o que dizes no poema, a poesia nunca é inútil. Mesmo que não seja lida. Mas a tua é e será mais, porque o merece. :)
    Beijos
  4. Martuxa Says:
    Está...... epá é k nem consigo axar palavras.... Revejo-me tt neste poema...
    Um sorriso =D e uns bjitos
    Adorei mm... Estremeci td
  5. singularidade@sapo.pt Says:
    Ola:))
    Revejo me neste poema.
    Também eu sou uma revoltada.
    Um beijo grande
  6. Tikinha Says:
    Alento descontente que paira pelo ar, neste mundo ao relento que a cada dia que passa mais revolto se torna cá morar. Beijokas
  7. Nilson Barcelli Says:
    É um grande desalento, isto é, o poema é bom apesar de expressar um sentimento negativo.
    E é bom de ler, tem ritmo, sonoridade e boas imagens.
    Poeta sofre...
    Abraço
  8. Paula Raposo Says:
    Para este poema, escolheste uma música do mais triste que há...acompanha bem demais o 'desalento'...mas não...desalento não!! Muitos beijos, está lindo o teu poema!
  9. isa xana Says:
    está muito bonito!!! aiii acho rimar tão complicado e tu fazes com tanta naturalidade!

    beijo
  10. Fernando Palma Says:
    Muito bonito mesmo!
    Sempre me surpreendo com a musicalidade, ritmo e rimas de seus poemas. Quanta inspiração!
    Gosto muito de seu espaço.
    Até mais!
  11. BloodyMary Says:
    A esperança está sempre presente...pode estar é dissimulada! Uma gota no meio de um oceano de desilusão...
    Mas da luta nunca se desiste! Se não consegues com espadas consegues com punhais!
    Há-que renascer das cinzas e encontrar alternativas!
    Está muito forte! Gostei imenso!

    P.S.:Só hoje reparei, o cabeçalho do blog tem a mais bela escrita de Florbela (a minha preferida)! Boa escolha ;)

    Uma excelente semana para ti também, infelizmente sem feriados...custa mais!

    Beijo*
  12. Luis Enrique Says:
    Não tenho palavras. Esta é a melhor forma de "dizer" o "desaleento". Bela a poesia, bela a música...tudo perfeito.
    Um abraço.
  13. yatashi Says:
    nunca desistir, nunca varrer a esperança
    :)

    Animo

    beijinhos, rosw
  14. Mary Help Says:
    Que blog inteligente!
    Gostei muito de vir por aqui e tb. vim agradecer sua visitinha!
    Tenha uma boa semana e receba um beijo no coração!
    Mary Help!
  15. Flor de Olinda Says:
    Como sempre, você surpreende a cada novo texto.
    Adorei esse, achei lindo mesmo, principalmente porque me identifiquei com ele. Como já havia me identificado com outros textos seus também.
    Parabéns.
    Tenha uma boa semana também.
    Beijo!
  16. kathy Says:
    Fabuloso...
  17. Anjinho Says:
    Será que desistir será a melhor solução, talvez manter em stand by, recuperar forças e depois voltar à luta! A vida é feita de pequenas ltas que lhe dão valor!
    Uma vez mais gostei muito! :)
    Continua, a música fica muito bem! :)
  18. Cadelinha Lésse Says:
    Ó rapaz! Que nunca que caia a esperança, se não quem se trama somos nós, que ficamos sem te ver e sem te ler! Livra-te...

    Xi
  19. Papo-seco Says:
    um arrepio

    brrrrrrrrr
  20. Raquel V. Says:
    Excelentes "imagens"...



    -------
    Desisto da luta, guardo os sonhos,
    Varro do chão os cacos da minha antiga esperança... Cola-la-ei pela eternidade se a isso for obrigada.
  21. Yakira Says:
    A desistência é temporária, a esperanca eterna... é assim que vejo as coisas...
    Gostei muito de te ler...
  22. Clitie Says:
    Meu amigo este texto está simplesmente genial!
    Obrigada pelas visitas e pelas tuas palavras sempre simpaticas.

    Bjks
  23. Simbelmyne Says:
    Se o neu blog e bonito, não sei o que dizer do teu (: *
  24. Anónimo Says:
    Wonderful and informative web site. I used information from that site its great. »
  25. Anónimo Says:
    This is very interesting site... Didrex cod payment dry skin care cheap merchant account

= Leave a Reply