Não sei o que queres dizer com glória, disse Alice.
Humpty-Dumpty sorriu, com desprezo. Claro que não, até que eu te diga. Quero dizer "aí tens um belo argumento que te arruma!"
Mas "glória" não significa um belo argumento que te arruma
, objectou Alice.
Quando eu uso uma palavra, disse Humpty-Dumpty, em tom de escárnio, ela significa o que eu decidir que significa, nem mais nem menos.
O problema é, disse Alice, se se pode obrigar as palavras a significar tantas coisas diferentes.
O problema é, disse Humpty-Dumpty, quem manda. Apenas isso.

Lewis Carroll, Alice no país das maravilhas




rascunhos
de
abordagens
(eventualmente)
literárias



GNM


Nasci muito perto do fim dos anos 70. O meu nascimento aconteceu às primeiras horas de um dia gelado de Dezembro, e, desde aí, jamais consegui libertar-me do frio que se fazia sentir naquele dia. A normalidade foi algo que durante toda a vida inconscientemente ansiei, mas sempre recusei. Em criança ela espreitava-me durante a noite, olhando-me do lado de fora da janela. E eu, fingindo não a ver, fechava as cortinas...

Sou

⊆ terça-feira, setembro 27, 2005 por GNM | ˜ 27 comentários »

Sou um louco sem loucura,
Iludido sem ilusões,
Ternurento sem ternura,
Decepcionado sem decepções,
Saudoso sem saudades,
Misterioso sem segredos,
Vaidoso sem vaidades,
Amedrontado sem medos,
Romântico sem romantismo,
Revoltado sem revolta,
Conformado sem conformismo,
Viagem de ida sem volta,
Doente sem doença,
Viajante que não viajou,
Crente sem crença,
Sei lá o que sou...


27 respostas a Sou

  1. Natalie Afonseca Says:
    "Sou um louco sem loucura
    Iludido sem ilusões"...
    ...e grande texto nos apresentas
    feito de contradições!!

    O que sou?? O que somos??
    Acho que cada um sabe quem é, ou o que é, não concordas?? Hum...

    Beijinho com sorrisinho
  2. Marta Says:
    gostei mt do jogo de palavras...n sabes o q és?...será q posso tentar adivinhar? eu diria um escritor...
    bj
  3. sonhos sonhados Says:
    Gnm

    "sou"
    e
    "não sei quem sou",
    uma antítese
    que nos surge tantas vezes
    e
    em tantos momentos da vida.

    gostei muito!

    beijux létinha.
  4. Luis Enrique Says:
    É isso, não sabemos ao certo de quem somos, intentamos sempre ser mais alguém, como atores a representar num filme.
  5. Martuxa Says:
    És..... Tu pp com td o k apresentas, com td o k mostras, és igual a ti pp!!!! Nc deixes de o ser!!!!
    Smile!!!! =D
    Bjitos gandis
  6. CA Says:
    És engraçado.
    Gostei muito.
  7. Vivis Says:
    Tu és,
    simplismente uma alma sensível as coisas do coração, a palavras ... para fazer sorrir quem as escontra.

    Beijos
  8. Anónimo Says:
    Em poucas palavras, descreves o que todos nós sentimos mas, que ninguem tem coragem para admitir... obrigado


    CR
  9. gato_escaldado Says:
    belo poema. pleno de musicalidade.
    abraços.
  10. luisa Says:
    Incipiente uso da antítese. A poesia é um exercício onde o jogo não passa só pela palavra, mas pelo ser.
    Muitos tecem loas, fazem comentários que mais parecem panegíricos. Sejamos comedidos: este autor, como tantos outros, não produz obras-primas quotidianamente.
  11. Claudia Perotti Says:
    hahahahaha
    Adorei o "sei lá o que sou..."
    Somos tudo e não somos nada, essa que é a verdade.

    Adorei teu poema!

    Beijossssss
  12. mfc Says:
    Somos nós e as nossas permanentes contradições.
  13. Paula Raposo Says:
    Quando souber quem sou, tudo vai perder a piada!!! Beijinhos, está muito bonito
  14. Iara Says:
    Adorei esta poesia. Tambem gostaria de descobrir o que o SR. é. Boa quarta. Beijos
  15. Luís Monteiro da Cunha Says:
    Apenas uma ideia me assalta ao ler este lindo poema...

    A imagem de um espelho, com imagens disformes, tipo aqueles da feira popular que alteram a realidade em vez de reflectirem fielmente a imagem. E que te revês num desses espelhos, ficando com essas dúvidas.

    Abraço.
  16. aflores Says:
    Seja lá o que fores, mas sê de corpo inteiro.
  17. Flor de Olinda Says:
    Esse texto foi o máximo. Me identifiquei demais. Você nem imagina o quanto.
    Como sempre, adorei.
  18. yatashi Says:
    "o que é o Homem senão um louco?"

    Eu acho que és um ser lindissimo

    Um abraço:)
    Rose
  19. Anónimo Says:
    Fixe
  20. isa xana Says:
    eu sei uma coisa... que ficou optimo o teu poema!!! mesmo!!

    beijo
  21. Aluena Says:
    Somos todos um mundo de contradições.
    Mas no final ficamos todos juntos.
    Meu carinho para ti.
  22. Passaro Azul Says:
    Sabes, sim!
    Entre cada contradição está a tua verdade.
    Fantástico o teu texto!
    Um jogo com as palavras que nos faz sentir o teu saltar de emoções!
    E essas sim, são importantes.
    Um abraço.
  23. Lilly Rose Says:
    poeta sem palavras não és ;)
  24. Cláudio B. Carlos (CC) Says:
    Somos peças de um jogo de armar...

    Gostei do poema.

    Obrigado pela visita e pelo carinho.
    Beijos do CC.
  25. I Says:
    de tudo o que ja li de ti...tu és um louco com loucura, cheio de ternura e com muitas emoções!
  26. Yakira Says:
    Eu acho que somos todos um pouco do que descreveste...
  27. Anónimo Says:
    Where did you find it? Interesting read Wal mart mens watches armingtons diabetes interaction antidepressant Look for kalo hair remover ac email filtering Eyeglasses without arms fiesta 2002 facelift How to bleed 1999 isuzu rodeo clutch difference between domain name registry registrar Adipex comments Baccarat cards pictures lamborghini

= Leave a Reply