Não sei o que queres dizer com glória, disse Alice.
Humpty-Dumpty sorriu, com desprezo. Claro que não, até que eu te diga. Quero dizer "aí tens um belo argumento que te arruma!"
Mas "glória" não significa um belo argumento que te arruma
, objectou Alice.
Quando eu uso uma palavra, disse Humpty-Dumpty, em tom de escárnio, ela significa o que eu decidir que significa, nem mais nem menos.
O problema é, disse Alice, se se pode obrigar as palavras a significar tantas coisas diferentes.
O problema é, disse Humpty-Dumpty, quem manda. Apenas isso.

Lewis Carroll, Alice no país das maravilhas




rascunhos
de
abordagens
(eventualmente)
literárias



GNM


Nasci muito perto do fim dos anos 70. O meu nascimento aconteceu às primeiras horas de um dia gelado de Dezembro, e, desde aí, jamais consegui libertar-me do frio que se fazia sentir naquele dia. A normalidade foi algo que durante toda a vida inconscientemente ansiei, mas sempre recusei. Em criança ela espreitava-me durante a noite, olhando-me do lado de fora da janela. E eu, fingindo não a ver, fechava as cortinas...

Cidade

⊆ domingo, setembro 25, 2005 por GNM | ˜ 26 comentários »

O amor não chega à cidade,
Está triste, esquecida,
Sedenta de verdade,
Sedenta de vida.
Pobre cidade sem amor,
Não vive. Sobrevive!
Sem ternura e calor,
Triste cidade onde estive.
Rosto fechado dos habitantes,
Olhos luz envidraçados,
Sonhos queimados, fumegantes,
Novos pecados inventados!
O amor não chega à cidade...


26 respostas a Cidade

  1. Passaro Azul Says:
    O amor não chegou à cidade, porque os homens não querem amar!
    Têm pressa de viver, a correr, sem saber que o mais importante é mesmo "amar" para poder bem viver.
    Lindos os teus poemas.
    Vou voltar mais vezes.
    Um beijo
  2. Raquel V. Says:
    Muito bonito e triste...

    Mas se for a nossa cidade... garanto que ele anda por lá... é só passear pelas ruas da nossa infância, adolescência e descobrir que se enche o peito de ar de tudo o que por lá se viveu...
  3. Samartaime Says:
    Acontece. Há pausas para tudo!
  4. sonhos sonhados Says:
    Keridos Amigos…

    desculpem só agora contactar…
    porém...
    para além de andar uns dias atarefada,
    também tive de resolver um pequeno “problema existêncial”...
    ...sou humana
    e
    ......................que humana “chatinha”!!!

    mas hoje...
    com as “pilhas carregadas”,
    cá estou!

    começo por distribuir beijux...
    beijux... e ... beijux..................
    para todos vocês.
    ...na verdade
    já estava com saudades de vos “rever”.

    depois dos beijux e xis lambuzados...

    ...a lista tão prometida...
    para que todos...
    ...cada um a seu ritmo
    (pois a vida não nos permite estar constantemente a “namorar” com esta máquina)
    ...possa escrever o seu poema.

    não haverá prémio para este nosso desafio...
    mas...
    penso que o prazer de uma brincadeira com as palavras
    é já por si uma grande motivação.

    Keridos
    ...
    preciso de pedir perdão...
    pois apaguei alguns comentários,
    que me chegam em estrangeiro
    e
    que mais não pretendem
    do que fazer publicidade/s
    que não interessam a ninguém...
    ...contudo...
    “nessa raiva de safar...”
    ...fiquei com a sensação de ter limpo… um ou dois… comentários vossos.

    como sou muito nabiça... com este novo mundo
    agradecia
    que se alguém não se encontrasse nesta lista
    e
    desejasse ousar este desafio...
    ...me enviasse de novo as suas palavras, sff.

    ................................
    Perdãoooooooooo...
    ................................
    a minha ignorância
    ...............................
    para estas “cositas”... é muito especial.

    assim sendo
    ....parceiros de jogo..,
    aqui segue a lista...
    por ordem de chegada.

    Propostas:

    1-Karol
    Sonho
    Sensação
    Anjos

    2-Nita4ever
    Desejo
    Emoção
    Magia

    3-Maxikeiro
    Paz
    Guerra
    Inatingível

    4-Nelsinho
    Sensibilidade
    Alma
    Paixão

    5-Isabel filipe
    Amor
    Carinhos
    Alegrias

    6- Anatema
    Escutar
    Olhar
    Amar

    7-Talk talk
    Estilo
    Sedução
    Charme

    8-Orfeu
    Lábios
    Gelo
    Vazio

    9-Reverse
    Mar
    Homem
    Dúvida

    10-Rosinha
    Fantasia
    Sonhos
    Sorrisos

    11-Morsa
    Montanha
    Lago
    Desfiladeiro

    12-Sara
    Amante
    Solidão
    Morte

    13-Dulce
    Mar
    Sal
    Carícia

    14-Vero
    Loucura
    Amor
    Saudade

    15-Caiê
    Saudade
    Desespero
    Esperança

    16-Rajodoas
    Mácula
    Parábola
    Regula

    17-Paula raposo
    Amor
    Silêncio
    Reencontro

    18-Romero
    Paixão
    Rir
    Chorar

    19-Maria
    Menino
    Luz
    Vida

    20-Pecaaas
    Querer
    Ser
    Morrer

    21-Adesenhar
    Coerência
    Solidariedade
    Igualdade

    22-Riquita
    Fruto
    Boneca
    Terra

    23-Wind
    Estrelas
    Areia
    Luar

    24-Bloodymary
    Desejo
    Inesperado
    Profundo

    25-Armando
    Liberdade
    Ensino
    Amor

    26-Lina
    Mar
    Aromas
    Saudade

    27-Paulo Mcchina
    Feliz
    Orgulhosa
    Irmã

    28-Maresia
    Amor
    Alegria
    Honestidade

    29-Mily
    Colina
    Arco-íris
    Brisa

    30-Maria
    Horas
    Passado
    Universo

    31-Rita
    Cor-de-rosa
    Arte
    Búzio

    32-Grzl
    Céu
    Mar
    Equilíbrio

    33-Raquel V
    Pétala
    Pútrido
    Luminosidade

    34-Carmem
    Flores
    Sorrisos
    Beijos

    35-Penumbra
    Penumbra
    Luz
    Orgasmo

    36-Létinha
    Origem
    Fonte
    Perfeição

    ..........................
    Depois desta imensa lista
    ... peço apenas
    que todos os participantes
    -
    façam o favor de ver se me enganei em algo
    -
    que me avisem se cortei algum comentário
    (sem o pretender fazer, como já referi!)
    -
    que se todos estiverem de acordo
    poderíamos utilizar os verbos nos tempos que desejarmos
    (para isso preciso da vossa opinião...)
    -
    penso que as palavras repetidas podem ser utilizadas
    várias vezes
    ou apenas uma vez
    (conforme o gosto
    E necessidade... do “escrivão”)
    -
    que mais alguém que deseje jogar...
    ……………………se junte a nós...
    pois
    há sempre lugar para mais “uns”...
    -
    que vejam se me falha “qualquer cosita”...
    -
    ..............................
    Depois é começar a “brincar”
    com
    muita inspiração,
    garra
    e
    empenho.

    Keridos
    depois deste sermão...
    escusam de pedir desculpa por todos os vossos erros cometidos...
    porque por mais “asneiras”
    ...que tenham realizado,
    ………………………..esta “seca de discurso” ,
    Perdoa tudooooooooooooooo.

    Beijux grandes da létinha.
  5. Fernando B. Says:
    Um dia ha-de chegar.

    Faço minhas as palavras de Passaro Azul.

    Fraternas Saudações,
  6. Lara Says:
    Ola boa noite.è a primeira vez que aki venho e voltarei mais vezes ,seus post's são lindos mesmo.Quem é que não gostará de vir aki no seu cantinho.
    Adorei "Cidade".Bjos e boa semana
  7. Pablo Says:
    Gostei muito do teu blog. vou passar mais vezes. Abraço
  8. Marisela Says:
    Já estive nessa cidade!
    Bjs*
  9. Martuxa Says:
    Nem tds se predispõem a amar a tornar td lindo mágico e maravilhoso.
    Voltei aos comentários. Lol
    Sorri smp pa td e pa tds e principalmente pa ti mm
    Beijitos gandis
  10. Natalie Afonseca Says:
    Oh, e não dá para o amor chegar à cidade???
    Ou quem habita a cidade já não tem tempo para o amor?? Hum...
    Bonito,
    verdadeiro!!
    Um beijinho gd para ti!!
    :)
  11. António Says:
    Obrigado pela visita!

    Renovo a minha opinião que a tua poesia é diferente.
    Tem uma marca que a distingue.
    E é muito musicável.
    Quando arranjas alguém que musique os teus poemas?

    Abraço
  12. yatashi Says:
    O amor chega a todo o lado, não?
    :)

    Um beijo terno
    Rose*
  13. amita Says:
    Somos nós, Gustavo, que temos de ver, de descobrir o Amor que em cada cidade habita, porque ele existe, está lá. Bjos e uma excelente semana
  14. sonhos sonhados Says:
    Gustavo

    é muito bonito este teu poema,
    apesar de um pouco triste.
    a Amor existe...
    por vezes anda é camuflado.

    beijux létinha.
  15. Nilson Barcelli Says:
    A cidade não está bem...
    Pelo menos a tua.
    Mas o poema está.
    Abraço.
  16. Fernando Palma Says:
    Muito bonito este poema. Muito mesmo. Musicalidade e rima perfeitas. Adorei!
    Beijo grande!
  17. Fernando Palma Says:
    Muito bonito este poema. Muito mesmo. Musicalidade e rima perfeitas. Adorei!
    Beijo grande!
  18. Marta Says:
    é verdade...é pena q se as pessoas se esqueçam que amar n tem horario, conveniências...amar é tão mais q isso...e cada vez mais se esquece o q é amar...mas n nestas palavras. bjs*
  19. Claudia Perotti Says:
    Eu adoro como usa as palavras.
    Você tem o dom e a magia de misturá-las e transformá-las em beleza.

    Boa Semana!

    Beijossssssssss
  20. requiescatinpacem Says:
    Chega sim senhora!!.... deves andar distraida!!
  21. andrye Says:
    N é so a cidade q ele n xega.. jinhos.
  22. soldeinverno Says:
    o amor chega sempre onde lhe querem bem...

    lindo o teu poema... jinhuz
  23. Paula Raposo Says:
    Bonito poema!! Gostei muito. O amor chega a qualquer lugar, só precisamos de estar lá na hora certa!!! O que às vezes não é nada fácil!! Muitos beijos
  24. kathy Says:
    depende da cidade... não compares uma Bagdad com uma Paris...
    Mesmo assim, concordo com o pássaro azul... aliás, até o reforço: os homens não querem amar e não sabem amar... O "amar" dos nossos tempos é demasiado carnal...
  25. Lyra Says:
    (não sei comentar poesia. só sei sentir. e para não me repetir, sigo em silencio)
  26. Betty Branco Martins Says:
    A cidade tornou-se completamente selvagem no, pior sentido!

    Mas ainda acredito que o amor ande por lá...

    Beijo

= Leave a Reply