Não sei o que queres dizer com glória, disse Alice.
Humpty-Dumpty sorriu, com desprezo. Claro que não, até que eu te diga. Quero dizer "aí tens um belo argumento que te arruma!"
Mas "glória" não significa um belo argumento que te arruma
, objectou Alice.
Quando eu uso uma palavra, disse Humpty-Dumpty, em tom de escárnio, ela significa o que eu decidir que significa, nem mais nem menos.
O problema é, disse Alice, se se pode obrigar as palavras a significar tantas coisas diferentes.
O problema é, disse Humpty-Dumpty, quem manda. Apenas isso.

Lewis Carroll, Alice no país das maravilhas




rascunhos
de
abordagens
(eventualmente)
literárias



GNM


Nasci muito perto do fim dos anos 70. O meu nascimento aconteceu às primeiras horas de um dia gelado de Dezembro, e, desde aí, jamais consegui libertar-me do frio que se fazia sentir naquele dia. A normalidade foi algo que durante toda a vida inconscientemente ansiei, mas sempre recusei. Em criança ela espreitava-me durante a noite, olhando-me do lado de fora da janela. E eu, fingindo não a ver, fechava as cortinas...

O louco do espelho

⊆ sexta-feira, novembro 18, 2005 por GNM | ˜ 24 comentários »

Não conheço aquele homem infeliz,
Que me imita em movimentos afinados.
Mantém-se calado… Nada me diz,
Fita-me de olhos firmes mas cansados.

Encontro-o pela manhã, todos os dias!
Entra em minha casa silenciosamente,
Pergunto: “Quem és? Por que me copias?”
Emudece! Olha-me e ignora-me de frente.

Será que as lágrimas lhe sufocaram a fala?
Tem aspecto esgrouviado, olhar vermelho,
Que amarguras serão aquelas que cala
O homem estranho que aparece no espelho?

Um dia, escorria sangue do meu rosto.
Encontrei-o. O sangue escorria-lhe também!
Cerrei as mãos, esmurrei-o com gosto,
Desfi-lo em cacos… tornou-se ninguém!


24 respostas a O louco do espelho

  1. Anónimo Says:
    igual a ...

    Será que as lágrimas lhe sufocaram a fala?
    Tem aspecto esgrouviado, olhar vermelho,
    Que amarguras serão aquelas que cala
    O homem estranho que aparece no espelho?

    ... ti próprio

    CR
  2. luisa Says:
    O HOMEM no espelho é a tua consciência-denúncia que não merece ser esmurrada. Porquê? Porque reflecte a tua imagem. E essa imagem é a de um homem em contínuo crescimento. Um homem que está a dar os primeriros passos no caminho da VIDA e da ARTE. Um homem que hoje fez um poema com a eterna matéria-prima: o SER. Isto não é uma versalhada. É POESIA!
  3. luisa Says:
    Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
  4. Cadelinha Lésse Says:
    Meu lindo! Por certo que esse que está do outro lado do espelho tem outras expressões, outros olhos, outras cores nos olhos e nem sempre verterá sangue.

    Sim, o Sancho é um catraio porreiro!

    Bom fds
  5. Marisela Says:
    Fico sem palavras em cada verso teu.
    Mas fizeste bem em o esmurrar :P... espero que a seguir sorrises e essas lágrimas terminassem.

    Um bom fim de semana para ti, beijinho
  6. Martuxa Says:
    O homem do espelho... Tu com td o k és, com td o k mostras, com td o k sentes, com td... Tu simplesmente tu k és....

    Encontro-o pela manhã, todos os dias!
    Entra em minha casa silenciosamente,
    Pergunto: “Quem és? Por que me copias?”
    Emudece! Olha-me e ignora-me de frente.

    ... Um sol!!!!!!!!!!!!

    Sorrisos, beijinhos e um arco-íris
  7. agua_quente Says:
    Se o homem do espelho tem esse aspecto que dizes, é melhor partir mesmo o espelho e arranjar outro que te reflicta o sorriso. :)
    Mas gostei do poema, só não gosto de te imaginar assim!

    Beijos
  8. lique Says:
    Não pode ser sempre essa a imagem que vês no espelho... Esmurrá-lo não sei se será a melhor ideia, afinal só tu tens o poder de lhe transformar as lágrimas em sorrisos.
    Beijos
  9. Aran Says:
    E que tal esboçares um sorriso, mesmo que seja triste... aposto que ele te sorri tb! A dupla cumplicidade... ;) Gostei, beijinhos
  10. Claudia Perotti Says:
    Belo texto!
    Bom final de semana, menino!
    beijinhosss
  11. Sparkling Says:
    O poema está lindo!
    O espelho é o reflexo da alma!
    *^^*^*^
    Bom fim-de-semana!
  12. lualil Says:
    Não ha como ocultar de nós a nossa face no espelho...
    escrevi um ia:

    Espelho

    Diante do espelho,
    Difícil ver a máscara que nos oculta.
    Diante do espelho,
    Temos nossos rostos em carne viva,
    Expondo nossa alma...

    beijinhus grandes e um excelente final de semana!
  13. Anónimo Says:
    CARPIDEIRAS! Ai, coitadinho de mim! Ai, coitadinho de ti!
  14. lena Says:
    os espelhos são o reflexo de como nos sentimos, mostram-nos a alma, não adianta desfazer em cacos, sorri para ele.
    força!
    é só um pequeno esforço e transformas esse homem estranho que aparece no espelho

    beijinhos meus

    lena
  15. Pedro Says:
    bom poema e boa música

    já agora uma pequena correcção:

    "porque me copias?" e não "por que"
  16. Maria Says:
    Olá, já cá não vinha a este mundo virtual há...
    É sempre bom rever estes locais tão especiais. Bom fim de semana.
  17. Aromas Do Mar Says:
    Tu tens uma escrita forte, marcante, gosto muito de te ler.

    Tem um bom fim de semana

    Beijo da Lina (mar revolto)
  18. Rita Says:
    brilliant:)
    (mas espero que seja só um exercício de poesia e exploração dos sentidos, e que no dia a dia ames abertamnte aquele que vês no espelho:))
    um abraço:)
  19. Iara Says:
    Escreve muito bem. Deveria pensar em escrever um livro.
  20. Cláudio B. Carlos (CC) Says:
    Olá!

    Belo poema...


    Abraços do CC.



    P.S: Pedro foi INFELIZ em sua "correção".
  21. Pluma(princesavirtual) Says:
    GNM este está delicioso. Parabéns

    bjs da Princesa
  22. Mary Mary Says:
    Muitas vezes a imagem do espelho não a reconhecemos! Mas cabe a nós mudar isso... Mudar a nossa alma e o nosso coração para reconhecermo-nos...
  23. Pedro Says:
    Cláudio B. Carlos (CC):

    Pergunta: "Porque me copias?" = "Porque é que me copias?"

    Resposta: "Copio porque..." e não "Copio por que"

    Mas posso estar enganado.
  24. Anónimo Says:
    Very nice site! film editing schools

= Leave a Reply